Em julho, São Paulo recebe festival que celebra o skate e a cultura urbana

Em julho, São Paulo recebe festival que celebra o skate e a cultura urbana

No dia 13 de julho, o Red Bull Station –espaço dedicado à energia criativa no centro de São Paulo– recebe a primeira edição do Festival Mesa Vista, projeto capitaneado pela Vista, laboratório de comunicação que cria experiências e legados ligados à cultura urbana e ao skateboard desde 2004.

Com mais de dez horas de programação no sábado, o evento acontece das 14h às 22h e traz uma programação recheada de ativações multilinguagens ao longo do dia. Buscando uma reinvenção da maneira de transmitir conteúdos de cultura urbana e skate, o festival vai apresentar ao público um contato rico e verdadeiro com a realidade das ruas.


A partir da feira de impressos, foi criada a imersão Mesa Posta –realizada com oito jovens convidados para expandir suas criações a partir das suas vivências e diferentes estilos. Neste momento de grandes discussões sobre o valor da prática do skate como estilo de vida ou esporte olímpico, apresentamos uma exposição assinada pelo skatista Profissional Klaus Bohms abrindo um espaço de diálogo sobre espaço urbano.
Crédito: Red Bull Content Pool

Para completar as discussões ainda rola um bate papo sobre o passado, presente e futuro das revistas de skate. E, agregando ainda mais cor e música ao projeto, teremos uma experiência sobre reaproveitamento de resíduos e upcycling para a criação de indumentárias.

13 de julho

14h – 19h: Feira de Impressos
30 artistas e criativos selecionados pela Vista apresentam seus produtos autorais focados em cultura urbana e arte impressa.

14h – 19h: Instalação “Reinterpedra”, por Klaus Bohms
Apresentando vestígios, intervenções e memórias, a instalação artística questiona a remoção das pedras e a mudança arquitetônica do Vale do Anhangabaú sem a consulta dos habitantes que têm suas narrativas entrelaçadas ao espaço. A história do skate e da cidade, bem como a perspectiva do futuro são questões abordadas na mostra.

15h – 16h: Bate-papo “O impresso morreu?”
Com a participação de Flávio Samelo (Vista), Douglas Prieto (Cemporcento), Sidney Arakaki (Skataholic), Felipe Minozzi (BlackMedia) e mediação de Tobias Sklar (Vista), a conversa abordará o passado, presente e futuro das mídias core do skate no Brasil.

16h – 17h: Performance Identidades_Autônomas
Os participantes promovem um desfile por todo o prédio.

17h – 22h: Mesa na Laje
Intervenção sonora com convidados.

SOBRE O RED BULL STATION
Localizado em um prédio de 1926, no centro de São Paulo, o Red Bull Station ocupa a antiga subestação Riachuelo, desativada desde 2004 e tombada como patrimônio histórico pelo Conpresp. Com foco em projetos experimentais de arte, música e tecnologia, os cinco andares do Red Bull Station contam com estúdio de música, makerspace, três espaços expositivos, um terraço e uma cafeteria. Para informações sobre a programação gratuita, consulte a agenda no site www.redbullstation.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *