A trajetória do milionário de São Bernardo que deixou tudo para a educação

A trajetória do milionário de São Bernardo que deixou tudo para a educação

Salvador Arena deixou a Líbia, onde nasceu, e chegou ao Brasil em 1920, ainda criança, instalando-se com a família na cidade de São Paulo.

Aos 21 anos, Arena formou-se na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e conseguiu um emprego na Light, atuando na implantação do sistema hidrelétrico de Cubatão, projeto do engenheiro Billings.

Em 1942, pediu demissão da empresa e, com um capital de US$ 200 que recebera de indenização, fundou a Termomecânica São Paulo SA, companhia que começou no bairro da Mooca, na capital paulista.

De início, confeccionava fornos e equipamentos para padarias. Mais tarde, ampliou o leque e começou a produzir ventiladores, prensas, entre outros itens.

Já na década de 1950, iniciou a construção de uma nova fábrica, no bairro de Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, objetivando a produção diversificada de metais não ferrosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *