Dubai Desert Conservation Reserve divulga primeiro relatório anual

Dubai Desert Conservation Reserve divulga primeiro relatório anual

DUBAI, Emirados Árabes Unidos, 28 de julho de 2020 – Com a reabertura de Dubai a visitantes internacionais, o Grupo Emirates comemora 20 anos de sua parceria com o Dubai Desert Conservation Reserve (DDCR) e o lançamento do primeiro relatório anual do DDCR.

A Reserva tem 225 km2, área que corresponde a 5% do Emirado de Dubai. Uma pequena área da Reserva é destinada à atividade turística, que obedece a controles e monitoramento rigorosos. No ano passado, atraiu mais de 238 mil visitantes. Sob a supervisão de guias profissionais, visitantes de todo o mundo fizeram passeios por dunas, safáris no deserto e aprenderam com experiências árabes tradicionais. Os guias também ensinam aos visitantes sobre o habitat natural, o patrimônio e a vida selvagem do deserto, e explicam sobre a importância da conservação.

O relatório 2019-2020 do Dubai Desert Conservation Reserve apresenta os principais destaques do ano, desde a conservação do deserto e da vida selvagem aos planos para melhorar a experiência do visitante.

Sua Alteza Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, Presidente e CEO do Grupo Emirates, disse: “O Dubai Desert Conservation Reserve fornece um equilíbrio para o crescimento e a rápida urbanização de Dubai, garantindo a conservação das nossas áreas de deserto e vida selvagem única. Nos últimos 20 anos, o Grupo Emirates tem apoiado continuamente a Reserva e suas várias iniciativas para a manutenção do ecossistema. É um investimento no nosso patrimônio e no nosso futuro. Temos o prazer de compartilhar nosso primeiro relatório anual enquanto esperamos os turistas e visitantes para conhecer a Reserva.”

Em 2019-2020, a Reserva trabalhou com especialistas e acadêmicos locais e internacionais em projetos que analisam, protegem e reintroduzem espécies nativas dos Emirados Árabes Unidos. Em janeiro deste ano, o DDCR trabalhou com o National Aviation Research Centre e o escritório de Sua Alteza Sheikh Mohammed bin Rashid al Maktoum para soltar 250 abetardas de MacQueen, uma espécie de ave de grande porte classificada como vulnerável pelo rápido declínio da população na reserva.

A reserva também recebeu delegações e autoridades de governos internacionais e órgãos ambientais, como Harrison Ford, vice-presidente da Conservation International, e M. Sanjayan, CEO da Conservation International, e contribuiu para uma série de workshops, conferências e apresentações para compartilhar pesquisas e conhecimentos.

Assim, a parceria entre a Emirates e o DDCR ficou mais fortalecida com o passar dos anos, com a Emirates investindo AED 8 milhões no DDCR nos últimos cinco anos e o total de AED 28 milhões desde a criação da Reserva. O Conselho de Conservação de Dubai (DCB – Dubai Conservation Board) é presidido por Sua Alteza Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum.

Os planos para o futuro incluem melhorar a experiência do visitante com a inclusão do Centro de Visitantes do Deserto, que será inaugurado no final de 2021 e fornecerá um programa educacional para os visitantes para conectá-los ao deserto e ao meio ambiente e obter apoio para a conservação.

Devido às orientações nacionais de resposta à pandemia, o DDCR esteve fechado para visitantes de meados de março a meados de junho, reabrindo com medidas de segurança em vigor.

Números do DDCR:

• O DDCR recebeu 238.303 visitantes em 2019-2020; a atração com mais visitantes foi a aventura de experiências árabes.
• 1.425 ungulados vivem no DDCR, conforme registros de abril de 2020.
• Segundo dados de março de 2020, a Reserva tinha 800 órixes árabes; 450 gazelas árabes e cerca de 120 gazelas-da-areia.
• 88 órixes nasceram na reserva em 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
Facebook20