ÚLTIMO DIA DA EXPO FESTAS

ÚLTIMO DIA DA EXPO FESTAS

STORIES VENDEM!

 

Que os stories do Instagram são uma ferramenta poderosa de relacionamento e vendas ninguém nega. Mas como torná-la mais eficaz? Do alto de sua autoridade como uma das maiores influenciadoras do País, Renata Pretti, da @loucaporfestas, deu dicas essenciais para quem quer aumentar o engajamento por meio dos stories. “Pessoas compram de pessoas. Mostrar seu rosto humaniza a relação com o cliente”.

Entre as muitas dicas, Renata reforçou a importância de frequência de publicações de 3 em 3 horas para que seu perfil fique sempre em evidência na “fila”. Para produzirem efeito, os stories devem conter: legendas, hashtags, localização, e linguagem mais informal que as postagens no feed. Os temas podem ser de bastidores, enquetes, tutoriais, depoimentos de clientes, chamadas para outros canais e muitos outros. Os Destaques são úteis para arquivar os stories por um período maior.

Com tendência de crescimento, os vídeos já representam 80% dos stories, o que mostra a força deste recurso. Renata reforçou que as lives não só transmitem autoridade, como também geram engajamento e empatia. Lembrou do Reels, recurso de vídeo que está bombando e oferece numerosos recursos. Tem vergonha de aparecer no vídeo? Não tem problema, até técnicas para superar isso a influenciadora ensinou. E reforçou: “Quem não é visto não é lembrado. Vergonha não paga as contas”.

O QUE FOI E O QUE VAI SER

 

NÃO É HOBBY, É NEGÓCIO!

Quando Michele Miranda decidiu abandonar a carreira corporativa para trabalhar com artesanato, recebeu muitas críticas de pessoas próximas. Onde muitos viram um ato de loucura, ela enxergou uma oportunidade de transformar seu hobby em negócio, prosperou e hoje seu ateliê Petit Fru Fru é dos mais requisitados no segmento de artesanato de luxo. Este foi o principal recado de Michele em sua apresentação: os artesãos precisam se profissionalizar e passar a encarar seu trabalho como um negócio.

“Eu ouço muita gente dizer que não consegue ganhar dinheiro nesta profissão. Muitas vezes a problema não está no produto, mas na estratégia”. Alguns dos principais erros apontados por Michele é não saber precificar o trabalho e não separar a vida pessoal da empresarial. “Para viver de festa, precisa estudar o mercado, se posicionar de forma profissional e investir em capacitação constante”.

Para ela, gostar do que faz é o primeiro passo, mas não é o bastante. Além da habilidade, a empresária-artesã orienta a estudar marketing, vendas, atendimento e até aprender tirar fotos para as redes sociais. Michele garante que o mercado de festas é muito lucrativo, mas muitos artesãos perdem tempo e dinheiro por não observar estas questões. “Nós impactamos a vida das pessoas com nosso trabalho”.

DELÍCIAS DE VÓ

Evento de festas não está completo sem receita de bolo! Quem trouxe essas delícias tradicionais foram os culinaristas de Receitas Nestlé, Luke e Miriam, que ensinaram as receitas de Bolo de Cenoura com Chocolate e Bolo Gelado de Coco. A dupla respondeu perguntas e recheou a aula-show com dicas práticas que garantem o bom resultado culinário e que também ajudam os empreendedores a fazer desta arte um negócio lucrativo.

REVOLUÇÃO DIGITAL

“A pandemia de Covid-19 não só acelerou a digitalização do varejo, como também a inclusão de milhões de brasileiros que passaram a usar meios eletrônicos de pagamento por causa do auxílio emergencial do governo”. Com este cenário, Augusto Lins, presidente da Stone, abriu sua apresentação para mostrar que estamos vivendo uma verdadeira revolução digital.

Com o consumidor mais aberto às compras online, ferramentas tecnológicas como a da Stone nasceram para ajudar as empresas a vender mais, gerenciar melhor e crescer. Mas o especialista alerta que é preciso tomar alguns cuidados, como inovar no marketing (que passa a ter foco no digital), controlar adequadamente o estoque (principalmente quando a venda se dá em vários canais) e ter um bom sistema antifraude, entre outras.

Em seguida, listou ferramentas para auxiliar no pagamento, gestão de redes sociais, fidelização de clientes e até para aproveitar o PIX, nova modalidade de pagamento automática que entra no ar em novembro. Entre as dicas para o time de vendas, as mais importantes passaram pela reconexão com os clientes, que podem ter perdido contato com a marca durante o isolamento e, agora, precisam ser trazidos de volta. “Vamos sair desta crise e teremos um final de ano mais positivo e de boas vendas”, previu Augusto.

A primeira edição da EXPO FESTAS VIRTUAL foi encerrada com uma programação incrível que falou de marketing digital, decoração, artesanato, varejo… nem receita de bolo faltou! Esperamos que tenham aproveitado essa imersão de conteúdo.

E a boa notícia é que o conteúdo completo está disponível em nosso canal do youtube. Cique aqui para assistir!

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *