Com medidas de biossegurança, aeroportos brasileiros viram referência na retomada do turismo

Com medidas de biossegurança, aeroportos brasileiros viram referência na retomada do turismo

15 10 2018 SAO PAULO SP CIDADES AIRPORT EXPRESS A plataforma do Airpor Express, trem que liga a Estacao da Luz ao Aeroporto de Cumbica, que sera inaugurada amanha. FOTO GABRIELA BILO / ESTADAO

Com a retomada responsável das atividades turísticas no Brasil, os aeroportos do país passaram a adotar diversas medidas de prevenção ao novo coronavírus. Os 47 terminais sob administração da Infraero, por exemplo, estão seguindo as medidas sanitárias determinadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os terminais sob concessão da iniciativa privada também adotam os protocolos de biossegurança, inclusive com reconhecimento de entidades internacionais. Tais iniciativas refletiram na percepção dos turistas. É o que mostra uma pesquisa inédita do Ministério da Infraestrutura (MInfra) que indica confiança dos viajantes nas medidas adotadas pelo setor aéreo.

Quem precisa ir aos aeroportos brasileiros já se acostumou com os novos critérios de embarque. Nos terminais, os viajantes encontrarão uma estrutura ajustada às medidas sanitárias, como estímulo ao uso de canais digitais para realização de check-in; orientação de se evitar o manuseio de cartões de embarque impressos; uso de máscara por passageiros e pessoas em circulação nas áreas públicas do aeroporto, bem como o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) por empregados da Infraero.

O setor aéreo vem atuando de acordo com as determinações da Anvisa e com o acompanhamento da Conaero e do Grupo de Trabalho coordenado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Confira as medidas para o setor: https://www.anac.gov.br/coronavirus/.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
Facebook20