Secretaria de Turismo vai mapear os destinos LGBT de São Paulo

Secretaria de Turismo vai mapear os destinos LGBT de São Paulo

Ação marcará os 20 anos da lei estadual de pune a discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero

Em 2021 a Secretaria de Turismo (Setur SP) vai mapear os destinos LGBT friendly do Estado. A ação marcará os 20 anos Lei Estadual nº 10.948, que pune administrativamente a discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero. Participarão também a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo e a Câmara de Comércio e Turismo LGBT do Brasil — a Setur SP e a Câmara assinaram um protocolo de intenções em 2019.

Promulgada em 2001, a Lei nº 10.948 é um marco do pioneirismo de São Paulo na criação de políticas públicas de enfrentamento da LBGTfobia. Em 2009 o Estado criou a Coordenação de Políticas para a Diversidade Sexual (CPDS).

Com o mapeamento a Secretaria de Turismo irá criar material promocional, como roteiros, folhetos, website, além fazer a divulgação em eventos nacionais e internacionais. Segundo a Organização Mundial de Turismo, o público LBGT faz anualmente 150 milhões de viagens internacionais (10% do total), movimentando US$ 180 bilhões (15% do faturamento do setor).

O Brasil, segundo pesquisa da Out Leadership, associação internacional de empresas que desenvolve iniciativas para o público gay, é o segundo maior mercado para esse segmento, com faturamento de US$ 26,8 bilhões, atrás do líder Estados Unidos, com US$ 63,1 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RSS
Follow by Email
Facebook20