Honda anuncia vencedores do Concurso de Jornalismo: Trânsito Seguro

Honda anuncia vencedores do Concurso de Jornalismo: Trânsito Seguro

Em linha com seu compromisso em promover ações práticas para uma mobilidade mais segura, a Honda anuncia os vencedores da primeira edição do Concurso de Jornalismo: Trânsito Seguro.

O concurso foi concebido para reconhecer profissionais envolvidos na cadeia de informação (jornalistas e produtores de conteúdo) que se engajam em elevar a consciência de responsabilidade coletiva pelo ecossistema de trânsito. A iniciativa visa também estimular a criação e publicação de conteúdos que promovam a mudança de comportamento de condutores, pedestres e demais participantes do trânsito.

Atenta à pluralidade dos canais de comunicação e aos diferentes hábitos de consumo de informação, a Honda segmentou a premiação por categorias: texto, vídeo e áudio. O primeiro colocado de cada uma delas receberá o valor de R$ 18.000,00.

“Estamos satisfeitos com o resultado da primeira edição do Concurso de Jornalismo: Trânsito Seguro. Entendemos que essa é uma importante plataforma para fomentar um diálogo contínuo sobre essa temática. Agradecemos a todos os profissionais que, como a Honda, se propuseram a abordar esse tema tão essencial de forma objetiva, criativa e com verdadeiro potencial de impacto para mudança de comportamento no trânsito no Brasil”, afirma Pedro Rezende, Gerente Geral de Relações Públicas da Honda.

A segurança no trânsito é um compromisso prioritário para a marca, que a considera uma condição indispensável à mobilidade. O empenho da empresa se reflete na diretriz global de zerar o número de acidentes fatais no trânsito envolvendo veículos Honda até 2050. Essa é a meta anunciada por Toshihiro Mibe, que assumiu recentemente a posição de CEO global.

Para isso, a empresa atua em duas frentes prioritárias: o desenvolvimento de novas tecnologias e o investimento em ações educativas.

“A coexistência harmoniosa entre todos os agentes do trânsito é fruto da constante evolução técnica dos veículos, mas não basta apenas investir em tecnologia, sendo também necessário promover ações de educação em prol de uma mobilidade mais segura”, complementa Pedro Rezende.

Confira os vencedores de cada categoria:

Áudio
Vencedor: Tércio Saccol
Veículo: Podcast Vós Social
Título do conteúdo: A luta por sobrevivência do Brasil que anda de moto
Link para acesso ao conteúdo: https://soundcloud.com/vos-social/bsv-especial-coronavirus-44-a-luta-por-sobrevivencia-do-brasil-que-anda-de-moto

Texto
Vencedor: Thiago Zacarias Amâncio
Veículo: Folha de São Paulo
Título do conteúdo: Década de velocidade em queda reduz mortes no trânsito de SP
Link para acesso ao conteúdo: https://concursotransitoseguro.com.br/wp-content/uploads/2021/02/666_texto.pdf

Vídeo
Vencedor: Eduardo Bezerra Rodrigues
Veículo: EPTV 1 Campinas
Título do conteúdo: O perigo do ponto cego no trânsito
Link para acesso ao conteúdo: https://globoplay.globo.com/v/8335368/?s=0s

Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, que completa 45 anos de existência em 2021, ao lado da CG, o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 25 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, administradora de consórcios referência no mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados e, pouco tempo depois, em 1997 a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP). A segunda planta de automóveis da marca, construída na cidade de Itirapina (SP), foi inaugurada em 2019 e concentrará, a partir de 2021, toda produção dos modelos locais, enquanto a unidade de Sumaré se consolidará como centro de produção de motores e componentes, desenvolvimento de produtos, estratégia e gestão dos negócios do grupo Honda. Atualmente, 2 milhões de automóveis da marca já foram produzidos em solo nacional. Durante esses anos, a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1.300 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica das plantas de automóveis no interior de São Paulo e do escritório na capital paulista, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. Saiba mais em www.honda.com.br e www.facebook.com/HondaBR
50 anos da Honda no Brasil | 45 anos da Moto Honda da Amazônia | 45 anos da CG | 40 anos do Consórcio Honda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *