LITERATURA, DANÇA E FOTOGRAFIA INTEGRAM AS FORMAÇÕES DAS OFICINAS CULTURAIS NO MÊS DE ABRIL

LITERATURA, DANÇA E FOTOGRAFIA INTEGRAM AS FORMAÇÕES DAS OFICINAS CULTURAIS NO MÊS DE ABRIL

Atividades são gratuitas e abertas para o público a partir dos 16 anos

A partir do dia 11 de abril, as Oficinas Culturais – programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – disponibilizarão uma nova etapa de formações no interior, que tem como objetivo fomentar a produção cultural de profissionais atuantes na região metropolitana, interior e litoral paulista. As atividades serão gratuitas e abertas ao público a partir de 16 anos.

Por meio de oficinas e workshops e a fim de descentralizar e identificar novas oportunidades nessas regiões, as novas formações terão início em maio para diferentes linguagens artísticas como artes visuais, dança, teatro, fotografia, literatura, novas mídias, gestão cultural, performance e circo.

As inscrições deverão ser feitas com antecedência pois as vagas são limitadas. Os encontros online serão realizados via Zoom.

A programação completa da Formação para o Interior – Oficinas Culturais, assim como os campos de inscrições, estão disponíveis em https://linktr.ee/oficinasnointerior

 

SERVIÇO – FORMAÇÃO PARA O INTERIOR – OFICINAS CULTURAIS

Stop Motion – animação com massinha

Esta oficina possibilitará que os participantes criem pequenas histórias em stop motion, uma das técnicas do cinema de animação. As aulas serão aplicadas pela Eliana Ribeiro, formada em Artes Plásticas pela UNICAMP, diretora de arte e de montagem em curtas e longas-metragens.

Turma A: 2, 4, 9 e 11/5 – 10h às 12h
Turma B: 18, 23, 25 e 30/5 – 14h às 16h
Inscrições: 11/4 até o preenchimento das vagas
40 vagas por turma
Público-alvo: oficina para principiantes
Link de inscrição Turma A: aqui
Link de inscrição Turma B: aqui

Fotógrafos latinos

Os encontros desta oficina destacarão as características dos artistas latino-americanos que trabalham com a fotografia e de diversas gerações. O objetivo é identificar as formas de ver e mostrar contextos históricos e, principalmente, como cada artista cria, interpreta e realiza uma imagem nas suas diferentes áreas. Também vai ocorrer um exercício fotográfico por onde os alunos deverão realizar e apresentar as fotos captadas.

A mediação será de Melissa Szymanski, fotógrafa formada e pós-graduada pela FASM – Faculdade Santa Marcelina, com cursos em Milão (Itália), nas áreas de Fotografia de Moda e Still Life, além de ter sido docente de Fotografia em instituições como IED – Istituto Europeo di Design, SESC e Centro Universitário Belas Artes.

Datas e horários: 10, 12, 17 e 19/5 – 14h às 16h
Inscrições: 11/4 até o preenchimento das vagas
20 Vagas
Público-alvo: pessoas interessadas em Artes Visuais e Fotografia
Link de inscrição: aqui

Kalungaerê – práticas criativas para as infâncias

Danuza Novaes – multiartista e intelectual periférica, formada em Comunicação Social pela Unisa, em Canto Popular pela Etec de Artes, Sonoplastia em Teatro pela SP Escola de Teatro, Produtora Cultural pelo Instituto Tomie Ohtake e pós-graduada em Gestão Cultural pelo Instituto Singularidades/Itaú Cultural – vai ministrar uma palestra focada nas vivências e possibilidades de criar e questionar o universo da contação de histórias e da música voltadas para as infâncias.

O recorte será pelas perspectivas culturais afro-brasileiras e a atividade faz parte do ciclo formativo “Cruzos poéticos”, coordenado por Felínio Freitas, mestrando em Artes pela Unesp, produtor cultural e pesquisador em mediação de leitura.

Turma A: 10/5 – 14h às 17h
Turma B: 11/5 – 18h30 às 21h30
Inscrições: 11/4 até o preenchimento das vagas
30 vagas por turma
Público-alvo: educadoras/es, artistas, bibliotecárias/os, mediadoras/es e demais interessados em arte, cultura e educação antirracista
Link de inscrição Turma A: aqui
Link de inscrição Turma B: aqui

 

Brincando de escritor – como dar uma oficina literária infantojuvenil?

Pais, educadores e estudantes interessados na mediação literária para o público infantojuvenil poderão conferir algumas técnicas na palestra coordenada por Marcela Schwab, artista visual pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, educadora com trabalhos em espaços como o Theatro Municipal de São Paulo, e à frente da área educacional da editora Kalinka, especializada em literatura russa, e por Fabiola Notari, artista visual, pesquisadora e pós-doutora em Comunicação e Artes, além de doutora em Literatura e Cultura Russa pela FFLCH/USP.

A atividade partirá do ponto de vista metodológico e com exercícios de desenho, mostrando possibilidades de ensinar procedimentos literários para as crianças, como a construção do narrador e da personagem, de maneira leve e didática.

12/5 – 18h30 às 20h30
Inscrições: 11/4 até o preenchimento das vagas
60 vagas
Público-alvo: pais, tutores, educadores, estudantes do ensino médio e graduação interessados em literatura e cultura russa
Link de inscrição: aqui

Oficina de conexão entre Dança Contemporânea e Danças Brasileiras

A oficina apresentará as danças brasileiras de origem africana e ameríndias como o Frevo, Samba de Coco, Bumba meu Boi e Maracatu Rural. Outra parte da abordagem se voltará para a consciência corporal somada com a dança contemporânea, trazendo novas possibilidades e qualidades de movimentos. A coordenação será feita por Mônica Alvarenga, atriz e dançarina profissional há mais de 20 anos, fundadora do Elekô Coletivo Cultural e do Ateliê Cênico de Dança em Pindamonhangaba-SP.

16, 18, 23 e 25/5 – 18h30 às 20h30
Inscrições: 11/4 até o preenchimento das vagas
30 Vagas
Público-alvo: atores, bailarinos, educadores e demais interessados, mesmo sem experiência na dança
Link de inscrição: aqui

A rebeldia das musas: Gabriela Mistral, Alfonsina Storni e Juana de Ibarbourou

Aqui o objetivo é desvendar o caminho traçado pelas primeiras mulheres que ingressaram no cânone literário latino-americano: Gabriela Mistral, Alfonsina Storni e Juana de Ibarbourou. Para isso, o destaque será para as mudanças estabelecidas pelo processo modernizador na América Latina, o surgimento do movimento feminista no continente e a relação dessas escritoras com esse contexto a partir da vida e obra delas.

A mediação será feita pela argentina Ayelén Medail, formada em História (ISP – JVG, CABA, Argentina) e em Letras (UNIP, SP), especialista em Educação Sexual com Perspectiva de Gênero (UNSAM, Bs. As., Argentina), além de atuar como professora de Espanhol na rede privada de ensino da cidade de São Paulo, tradutora literária e pesquisadora.

Data e horário: 19, 24, 26 e 31/5 – 18h30 às 20h30
Inscrições: 11/4 até o preenchimento das vagas
30 Vagas
Público-alvo: em geral, com afinidade e interesse pela temática
Link de formulário: aqui

 

Fonte: Cultura.sp.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *