Memorial da América Latina retoma Clube de Leitura com foco em literatura latino-americana contemporânea

Memorial da América Latina retoma Clube de Leitura com foco em literatura latino-americana contemporânea

Novo ciclo do clube ‘Ler a América Latina’ tem início no próximo dia 9 de abril; inscrições estão abertas

O Memorial da América Latina reiniciará o Clube de Leitura Ler a América Latina. Neste ano, o tema será “Literatura contemporânea latino-americana: a virada do milênio”. Os encontros terão mediação de Eduardo Vilalon, graduado em Filosofia, Ciências Sociais e Letras.

Com objetivo de fomentar a leitura, a discussão sobre literatura latino-americana e divulgar o acervo da Biblioteca Latino-americana Victor Civita, o clube terá quatro encontros, sempre aos sábados, com curadoria do Centro Brasileiro de Estudos da américa Latina (CBEAL), por meio da plataforma Zoom, das 10h às 11h30. Todos os contos selecionados para o projeto integram o livro Antologia pan-americana: 48 contos contemporâneos do nosso continente, organizado por Stéphane Chao (Record, 2010).

O tema deste ciclo procura discutir o que significa mudar, baseando-se na virada do século, que motivou tantos questionamentos, inclusive na literatura, como: Qual o papel do passado para o presente e para o futuro? O que virá?

O primeiro evento deste ano acontece no dia 9 de abril, às 10h, e discutirá o conto “História sem moral”, do escritor boliviano Edmundo Paz Soldán. Doutor em literatura hispânica pela Universidade de Berkeley e vivendo nos Estados Unidos, onde leciona literatura latino-americana na Universidade Cornell, Soldán já teve suas obras publicadas em 11 idiomas.

Já no dia 6 de maio, será discutido o conto “O dezenove”, do escritor uruguaio Mario Benedetti. No mês seguinte, em 4 de junho, o conto escolhido é “Estranha, bela flor matinal”, do panamenho Enrique Jaramillo Levi.

Para encerrar o ciclo, foi escolhido o conto “A festa no mar”, da escritora paraguaia Delfina Acosta, no dia 2 de julho.

O link para acessar a plataforma será enviado aos participantes por e-mail antes de cada encontro. Haverá emissão de certificado (frequência mínima de 75%). As inscrições devem ser feitas por meio de formulário online, no link: https://forms.gle/JHR6yLNf5gnVVta5A

A atividade também está relacionada com a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que prevê 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), especificamente  ao Objetivo 4: “Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos” (https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/).

Sobre o autor do 1º encontro:

Edmundo Paz Soldán nasceu em Cochabamba, na Bolívia, em 1967. É doutor em literatura hispânica pela Universidade de Berkeley e mora nos Estados Unidos, onde leciona literatura latino-americana na Universidade Cornell.

Em 1997, recebeu o Prêmio de Literatura Latinoamericana e do Caribe Juan Rulfo pelo conto Dochera. É autor de 11 romances e seis livros de contos. Suas obras já foram publicadas em 11 idiomas. No Brasil, publicou Delírio de Turing (Record, 2010) e Norte (Companhia das Letras, 2013).

Programação completa

9 de abril
História sem moral”, Edmundo Paz Soldán (Bolívia)

7 de maio
“O dezenove”, Mario Benedetti (Uruguai)

4 de junho
“Estranha, bela flor matinal”, Enrique Jaramillo Levi (Panamá)

2 de julho
“A festa no mar”, Delfina Acosta (Paraguai)

Serviço:
Clube de Leitura Ler a América Latina
Dias 9/4, 7/5, 4/6 e 2/7, às 10h
Plataforma: Zoom (link enviado antes de cada encontro)
Inscrições: https://forms.gle/JHR6yLNf5gnVVta5A
Certificados: frequência mínima de 75% dos encontros do ciclo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *