MÚSICA, CINEMA E LITERATURA INVADEM A AGENDA DO #MISEMCASA NA SEMANA

MÚSICA, CINEMA E LITERATURA INVADEM A AGENDA DO #MISEMCASA NA SEMANA

Destaque para a entrevista com o cantor e compositor Geraldo Azevedo, dentro do programa Notas Contemporâneas. Toda a programação virtual do #MISemCasa é gratuita e pode ser acessada no canal do Museu no YouTube

O MIS, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, segue com novidades na programação do #MISemCasa, que traz semanalmente conteúdos virtuais inéditos para todos os públicos. Na terça-feira, o Ciclo de Cinema e Psicanálise discute, ao vivo, o longa austríaco Quando a vida acontece – que retrata a relação de um casal que enfrenta problemas com fertilidade e todos os desdobramentos desse conflito. Já os fãs de música brasileira conferem, na quarta-feira, a entrevista exclusiva que o cantor e compositor Geraldo Azevedo concedeu ao MIS durante sua participação no programa Notas Contemporâneas. Para fechar a semana com muita literatura, no domingo acontece o MIS Ex-Librisque discute ao vivo a obra Arrancados da terra – com a presença do autor, Lira Neto.

 

Todas as atividades ao vivo contam com intérprete de Libras durante a transmissão. O #MISemCasa acontece em conjunto com o #Culturaemcasa, desenvolvido pela Secretaria de Cultura.

O MIS agradece aos patrocinadores, apoiadores institucionais e operacionais e patronos: Youse, Kapitalo Investimentos, Cielo, TozziniFreire Advogados, Bain & Company e Telhanorte.

Programação #MISemCasa | YOUTUBE MIS | 12 a 18.04

13.04 | Terça-feira | 20h – ao vivo | Ciclo de Cinema e Psicanálise – Quando a vida acontece

A cada quinze dias, o Ciclo de Cinema e Psicanálise (programa realizado pelo MIS, em parceria com a Folha de S.Paulo e a Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo – SBPSP) traz debate sobre um filme mediado por Luciana Saddi, coordenadora de Cinema e Psicanálise da Diretoria de Cultura da SBPSP. Em seguida, o público pode participar com perguntas, no chat da transmissão ao vivo, integrando novas perspectivas sobre a obra discutida.

Esta edição, que ocorre em 13 de abril, enfoca o longa Quando a vida acontece (dir. Ulrike Kofler, Austria, 2020, 93min., 16 anos, disponível na Netflix). O drama austríaco, que retrata a relação de um casal que enfrenta problemas com fertilidade e todos os desdobramentos desse conflito, será debatido por Gina Khafif Levinzon (SBPSP) e Cláudia Collucci (Folha de S.Paulo), com mediação de Luciana Saddi.

 

14.04 | Quarta-feira | 20h | Notas Contemporâneas – Geraldo Azevedo

O programa Notas Contemporâneas registra depoimentos de significativos nomes do cenário musical brasileiro, erudito e popular, cuidando da manutenção da prática de história oral do MIS, um dos pilares de criação do museu. Durante o #MISemCASA, uma série de edições inéditas a partir desse material vem sendo apresentada, com organização e curadoria da historiadora Rosana Caramaschi, responsável pela entrevista, pesquisa e roteiros desde o primeiro programa, em 2011. Esta edição traz entrevista com o cantor e compositor Geraldo Azevedo, que participou do Notas Contemporâneas no ano de 2015.

Geraldo Azevedo (Petrolina, PE, 1945) é cantor, compositor e violonista. Autodidata, ganhou seu primeiro violão aos 5 anos de idade e sempre foi incentivado pela família. Iniciou a sua trajetória musical profissionalmente aos 18 anos, tendo se mudado para o Recife a fim de estudar. Seu trabalho faz uma mistura entre as harmonias da Bossa Nova e a viva influência da música negra. Nesta edição especial, o público pode conferir trechos de seu depoimento e sucessos seus como “Dia branco”, “Táxi lunar” e “Moça Bonita”, tocados pela Banda MIS.

 

18.04 | Domingo | 17h – ao vivo | MIS Ex-Libris – Arrancados da terra

Um domingo ao mês, o #MISemCasa realiza um bate-papo ao vivo sobre literatura, que visa debater novos suportes tecnológicos, tais como o ebook. Em abril, o programa MIS Ex-Libris traz o lançamento da obra Arrancados da terra, com a presença do autor, Lira Neto, grande biógrafo na atualidade. O livro fala sobre os perseguidos pela Inquisição na Península Ibérica, narrando a grande travessia dos pioneiros que formaram a primeira comunidade judaica das Américas, incluindo o Brasil, e que ajudaram a construir Nova York. A mediação é de José Luiz Goldfarb, curador do projeto.

Durante o bate-papo ao vivo, os participantes que enviarem um e-mail para mis.exlibris2020@gmail.com receberão gratuitamente um PDF com material inédito do autor.

Lira Neto é escritor e jornalista. Recebeu o Prêmio Jabuti de Literatura em quatro ocasiões (2007, 2010, 2013 e 2014) e uma vez o prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA (2014). Graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC), mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), doutorando em História pela Universidade Nova de Lisboa. É autor de treze livros, entre eles, a biografia “Getúlio”, editada em três volumes (2012, 2013 e 2014), “Padre Cícero: poder, fé e guerra no sertão” (2009), “Castello: A marcha para a ditadura” (2020) e “Arrancados da terra” (2021), todos pela Companhia das Letras.

 

Cursos

O MIS está com inscrições abertas para diversos cursos online. São opções nas mais variadas áreas do conhecimento: cinema, HQ, fotografia, escrita criativa, videoclipes, séries, história da arte e música. Condições especiais: os interessados em participar de mais de um curso agora ganham abatimento nos valores com combos de desconto. E todos os idosos, a partir dos 60 anos, têm 50% de desconto em cada inscrição. A lista completa e todos os detalhes podem ser conferidos no site do Museu: www.mis-sp.org.br/cursos

 

Exposições virtuais e Acervo Online MIS

Além da programação digital #MISemCASA, o Museu MIS apresenta cinco exposições virtuais realizadas em parceria com o Google Arts & Culture: Moventes (que traz imagens de situações de deslocamento em diferentes tipos de trabalho itinerante); A Coleção Guilherme Gaensly no acervo MIS: uma paisagem humana (que presenta imagens históricas sobre o cultivo do café no interior paulista); Cinema paulista nos anos 1970; Lambe-lambe: fotógrafos de rua em São Paulo nos anos 1970 e A mulher na Revolução de 32. Além das exposições virtuais, o público também pode conferir parte do Acervo MIS que está digitalizado e pode ser acessado neste link. No Acervo online, os visitantes encontram informações sobre os itens que compõem os acervos museológico e bibliográfico do MIS e, em alguns casos, terá amplo acesso ao conteúdo das coleções de fotografia, áudio e vídeo. Tendo como base um banco de dados desenvolvido especialmente para o acervo do Museu, o Acervo online apresenta-se ao público como um instrumento para a exploração dos milhares de itens que fazem parte do acervo MIS.

 

Fonte: www.cultura.sp.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *