O Brasil no topo do ranking mundial de Cirurgia Plástica 

O Brasil no topo do ranking mundial de Cirurgia Plástica 

                                                                                                              por Dr. Eduardo Kanashiro

 

O Brasil como potência na área Estética não é uma novidade para mim. Com 20 anos de experiência, tenho acompanhado de perto essa evolução na Cirurgia Plástica, cada vez mais evidente nos congressos que estive ao longo desse tempo. A cada ano, sentia o Brasil conquistando mais respeito e já se posicionando de forma sólida na Medicina Cosmética.

Por tudo isso, sempre achei que chegar no topo do ranking mundial era só uma questão de tempo. Em 2019, atingimos esse marco, desbancando os Estados Unidos. A pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), divulgada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), mostra que foram mais de 1 milhão de cirurgias – sem contar os procedimentos não cirúrgicos.

Acredito que o culto ao corpo, muito enraizado na nossa cultura, foi um dos motivos que nos colocou em evidência. Com isso, os médicos brasileiros passaram a se especializar mais na área e a contribuir de forma ativa para a evolução da Cirurgia Plástica mundial. O Brasil hoje é, sem dúvida, um grande polo de talentos da Cirurgia Cosmética.

Além das técnicas que estão em constante evolução, os pacientes também estão mudando rapidamente e hoje, as cirurgias que trazem um resultado mais natural, são as mais buscadas. Em contrapartida, nunca tivemos tantos adolescentes se submetendo a procedimentos cirúrgicos – o Brasil também é líder entre os mais jovens.

Com tudo isso, vejo que temos alguns desafios pela frente. Além de tornar mais acessível as capacitações técnicas e equipamentos de última geração, os cirurgiões plásticos precisam tomar cuidado com as exigências da nova geração. Nada de prometer resultados e fazer qualquer coisa por dinheiro. A responsabilidade ética precisa estar acima de tudo, sempre. Dessa forma, certamente teremos um mercado fértil a ser explorado e manteremos o Brasil como referência mundial em Estética.

 

Sobre a Academia da Pele
Primeira healthtech brasileira criada para democratizar o autocuidado e trazer soluções no mercado de estética e saúde da beleza. Fundada pelo Cirurgião Plástico, Dr. Eduardo Kanashiro, tem sete unidades em São Paulo e está em constante expansão. O aplicativo está disponível para Android e iOs.

Sobre o Dr. Eduardo Kanashiro

Médico com especialização em Cirurgia Geral pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP), Cirurgia Plástica pela Faculdade de Medicina do ABC (FMABC) e Cirurgia Crânio Maxilo Facial pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Além da Academia da Pele, o Dr. Eduardo também é fundador da Clínica Due e foi Investidor Anjo e board advisor da MedRoom, startup brasileira focada no desenvolvimento de aplicações para treinamento em saúde com realidade virtual, vencedora do BIG Starter 2017 com o melhor jogo de educação e finalistas no Serious Games Showcase & Challenge 2017, vendida recentemente para o Grupo Anima.
O médico também pertence à associação de investidores anjo BR Angels, formada por mais de 100 CEOs e empreendedores de grande relevância nacional e internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *