Parque Tecnológico de Santo André divulga balanço de 2021

Parque Tecnológico de Santo André divulga balanço de 2021

 

Entre os destaques estão criação do CapacitaTech, assinatura para liberação de recursos para construção do Cite e instalação da Árvore Solar Conectada

O Parque Tecnológico de Santo André divulgou nesta semana os resultados conquistados ao longo do ano de 2021. Entre diversas iniciativas realizadas, se destacaram a plataforma CapacitaTech, a Árvore Solar Conectada e a assinatura da liberação de recursos do Centro de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo (Cite).

Os resultados divulgados foram disponibilizados por meio do Informe Semestral e do Relatório de Gestão, anunciados em post no LinkedIn, que pode ser acessado no link https://www.linkedin.com/posts/parquetecsa_parquetecnolaejgico-informe-primeirosemestre-activity-6894721162614833152-rD-y.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego, Evandro Banzato, é fundamental que as iniciativas realizadas pelo Parque Tecnológico sejam amplamente divulgadas para que os munícipes e as empresas sejam cada vez mais atraídos pelo trabalho que vem sendo feito.

“O informe do Parque reforça só a nossa crença, que é o poder das conexões, mas também mostra como nossas ações têm beneficiado todo o ABC. Essa conexão entre poder público, instituições de ensino e empresas é fundamental para a transformação da região. O informe não só comprova tudo o que tem sido feito, como serve também como uma mola propulsora para que a sociedade como um todo se conecte cada vez mais, integre suas ações e dê visibilidade a tudo que tem feito na nossa região, sobretudo para as pequenas, médias e grandes empresas”, disse Banzato.

A estratégia do Parque Tecnológico para 2021 foi acompanhar e mobilizar a Rede de Inovação e as empresas da cidade em relação às iniciativas das agências de fomento, em vista aos impactos da pandemia de Covid-19 na economia.

Já nas operações, o foco foi na implantação de programas estratégicos específicos para área de qualificação, como o CapacitaTech, e promoção de inovação, assim como a continuação dos programas já existentes e garantia da liberação dos recursos para o Cite.

Um dos maiores destaques de 2021 do Parque Tecnológico foi o CapacitaTech. Como forma de promover a capacitação tecnológica na cidade, o Parque Tecnológico de Santo André desenvolveu uma plataforma que concentra informações e dá acesso direto a cerca de 7 mil cursos gratuitos na área de Tecnologia da Informação, oferecidos por cerca de 80 empresas e instituições do Brasil e do mundo.

Além dos cursos, a plataforma também conta com outras 42 oportunidades para certificações profissionais. A iniciativa é realizada sem custos por parte da Prefeitura, em parceria entre o Parque Tecnológico e o especialista em TI&C Jaime Linhares Laibda Junior, que junto a uma grande comunidade da área, consolida a informação para interessados no setor. O link de acesso ao CapacitaTech é https://bit.ly/capacitatech-santoandre.

Outra grande notícia extremamente relevante entre as iniciativas feitas pelo Parque Tecnológico em 2021 foi a assinatura da liberação de recursos para a construção do Centro de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo (Cite), que terá sede na antiga área da Rhodia Química, em cerca de 7 mil metros quadrados de área construída. Serão investidos R$ 27 milhões oriundos do Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio da Caixa Econômica Federal, somados a R$ 2 milhões de contrapartida da Prefeitura.

O local terá área para exposições, eventos, apresentações, espaços para instituições parceiras e para treinamentos no piso térreo e, no piso superior, contará com salas integradas para reuniões, apoio administrativo, coworking, cobusiness, entre outras atividades.

Diversas empresas passaram a integrar o ecossistema do Parque Tecnológico de Santo André em 2021 por meio do Hub de Inovação. Ao longo do ano, foram concretizadas parcerias com a Mercedes Benz, Cofip ABC (16 empresas do Polo Petroquímico do ABC), Rhodia Solvay Group, Patriani e Hoppe & Ribeiro.

Durante o ano, o Hub de Inovação realizou três chamadas. Elas foram feitas pela Mercedes-Benz, Rota Challenge e Cofip ABC, totalizando 13 desafios de inovação aberta.  Desde 2020, já são 22 proponentes de soluções, sendo 10 universidades/instituições de pesquisa e 12 startups, no total de sete projetos de parceria já efetivamente iniciados.

Também em 2021 o Parque Tecnológico de Santo André entrou como apoio ou realização em 12 eventos, que juntos beneficiaram 1.583 pessoas. Também foram divulgados 23 eventos que possam interessar a rede de inovação. Todas as divulgações foram feitas por meio do LinkedIn, criado em 2021 em parceria realizada juntamente com a Universidade Metodista de São Paulo, que prepara o conteúdo e gere a conta. O LinkedIn do Parque Tecnológico pode ser acessado no link: https://www.linkedin.com/company/parquetecsa/.

Quem passa pela avenida Padre Manuel da Nóbrega, no bairro Jardim, provavelmente também já notou a instalação da Árvore Solar. A iniciativa realizada pela construtora Patriani foi feita em parceria com o Parque Tecnológico de Santo André e o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e integra ao programa Conecticidades. A ferramenta produz energia solar de forma descentralizada e permite também uma série de possibilidades de sensoriamento dinâmico da cidade, como medições climáticas e monitoramento de bueiros, por exemplo, além do monitoramento e gestão automatizada de aspectos do próprio edifício, tais como o consumo de água ou a produção e consumo de energia. É possível até mesmo fazer recarga de bicicletas e patinetes elétricos no local.

Tais iniciativas realizadas pelo Parque Tecnológico em 2021 fizeram com que Santo André tenha se tornado uma das protagonistas nacionais na área de tecnologia e inovação. Em ranking divulgado pela Conexis Brasil Digital, juntamente com a Teleco e Associação Brasileira de Infraestrutura para Telecomunicações (Abrintel), a cidade ficou na quarta posição na edição de 2021 do “Ranking de Serviços Cidades Inteligentes”.

Esta é a segunda vez consecutiva que a cidade aparece no Top 5 do levantamento. Na edição de 2020, Santo André ficou na primeira colocação. Desta vez, ficou atrás apenas de Uberlândia, Campo Grande e Fortaleza.

Em ranking divulgado em setembro de 2021 também pela Conexis Brasil Digital, Teleco e Abrintel, Santo André ficou na sétima colocação como “Cidades Amigas da Internet”. No último ano, a cidade já havia sido destaque no ranking por ter sido o município com a evolução mais significativa em relação à edição de 2019, passando da 98ª colocação para a 16ª, representando um ganho de 82 posições de um ano para o outro. Neste ano, o ganho foi de mais nove posições.

A boa colocação demonstra que Santo André é uma das cidades mais habilitadas a receber a tecnologia 5G. Tal evolução se deve, principalmente, pela atualização das leis para incentivar a implantação de infraestrutura de telecomunicações. Também neste sentido, Santo André passou a disponibilizar licenciamento digital de infraestrutura de telecomunicações, por meio da plataforma Acto.

 

| Texto: Renan Muniz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *