Santo André inicia programa Viver Melhor com reforma de 400 moradias

Santo André inicia programa Viver Melhor com reforma de 400 moradias

Projeto visa revitalizar unidades habitacionais do Jardim Santo André em parceria com o Governo do Estado

 A Prefeitura de Santo André anunciou nesta segunda-feira (16), durante evento oficial em conjunto com a Secretaria de Habitação do Estado e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), o início do programa “Viver Melhor”. Foi assinada ordem de serviço para revitalizar 400 domicílios do Jardim Santo André. O objetivo é melhorar as condições de habitabilidade, salubridade, acessibilidade e regularização fundiária para famílias com renda de até cinco salários mínimos que residem em moradias consideradas inadequadas.

“Nós iniciamos esta ideia de urbanização, micro-intervenções, lá atrás, de forma pequena, em 2017 ainda. Olhamos principalmente para as comunidades que mais precisam, e que eram esquecidas pelo poder público. Mudamos isso. Este programa é fundamental, dando dignidade, estrutura, esperança. Vamos avançar em mais lugares seja com as obras necessárias, com regularização fundiária ou com a construção de novas moradias”, disse o prefeito Paulo Serra.

Com investimento de R$ 8 milhões, a iniciativa propõe solucionar problemas como cômodos sem ventilação, presença de umidade, paredes desgastadas, ausência ou insuficiência de equipamentos hidráulicos e instalações elétricas, precariedade na conexão com redes de abastecimento de água e coleta de esgoto, acessos precários ao domicílio e vedações insuficientes.

“Trabalhamos duro para juntar todas as equipes e as condições para tirar o programa do papel. Não adianta apenas ter a moradia, ela precisa estar em condições adequadas para se viver e cuidar da família. Tudo precisa estar em ordem, com qualidade, e este programa traz isso, melhorando a vida do cidadão”, comentou o secretário executivo de Habitação do Estado, Fernando Marangoni.

Os tipos de serviços a serem executados pelas equipes do programa, sem custo para as famílias, abrangem coberturas, alvenaria, revestimento, piso, pintura, instalações elétricas e hidráulicas, instalação de esquadrias, melhorias em acessos e áreas comuns do núcleo habitacional, reparos de drenagem, entre outros. Cabe ainda ao programa fazer a regularização fundiária dos imóveis, garantindo o título de propriedade a seus ocupantes.

“O programa é maravilhoso. Vamos ter uma casa mais digna e com uma oportunidade de dar mais segurança para meus filhos, de ter tudo organizado”, afirmou a moradora do Jardim Santo André, Cintia Batista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *