SRE Trade Super Rio Expofood 2022 fecha com recorde na movimentação de negócios

SRE Trade Super Rio Expofood 2022 fecha com recorde na movimentação de negócios

A 32ª SRE Trade Super Rio Expofood, realizada nesta semana no Riocentro, resultou em uma expectativa de negócios de R$ 500 milhões, recorde na história do evento.

O balanço foi divulgado na quinta-feira (24) pela Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (ASSERJ), co-realizadora da feira com a Base Produções.

“Este volume de negócios inédito representa uma resposta extremamente positiva de expositores e visitantes”, comemorou Jeronimo Vargas, diretor da SRE Trade Show. O público também foi recorde: 56 mil pessoas participaram do evento que reuniu 500 marcas expositoras.

“Durante os dois anos de pandemia, o segmento de supermercados cumpriu com maestria a sua tarefa de abastecer a população”, destacou Fábio Queiróz, presidente da ASSERJ.

“Agora, mostra a sua força com os resultados recordes do evento que marcou a retomada das feiras de varejo no Brasil”, completa.

De acordo com a ASSERJ, foram mais de 8 mil empregos diretos e indiretos gerados nos três dias de evento.

Pela primeira vez na história do evento, a Super Rio Expofood contou um espaço dedicado a negócios internacionais.

O IMex Trade gerou conteúdo em palestras focadas em importação e exportação e contribuiu para a ampliação de negócios do varejo do Estado do Rio de Janeiro com o mercado internacional,

Além do sucesso em negócios, a Super Rio Expofood também comemorou seus resultados ambientas.

A feira conseguiu reciclar em média uma quantidade de resíduos plásticos equivalente a 17 mil garrafas Pet, durante os três dias de evento.

Além de contribuir com a desplastificação, que é uma das bandeiras da ASSERJ, o gerenciamento de resíduos gerou recursos para o grupo de coletores que atuou no evento.

A renda de cada um dos recicladores foi de R$ 200 por dia de evento.

Resultado de uma parceria da Super Rio Expofood com o Clean Up The World, a ação resultou na certificação da feira como evento sustentável, através do parceiro, Plastic Bank Brasil.

Os detritos coletados serão encaminhados para a reciclagem, processados e transformados no chamado “Plástico Social”.

Após o beneficiamento, este plástico pode ser reintegrado em novos produtos e embalagens, como parte de uma cadeia circular de suprimentos.

 

Fonte: Portal Radar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *