Tarifa De Zona Azul Em São Paulo Sobe Para R$ 5,75 A Partir Desta Quinta

Tarifa De Zona Azul Em São Paulo Sobe Para R$ 5,75 A Partir Desta Quinta

Em bairros de comércio popular, é mais fácil encontrar vendedores sem licença vendendo cartões de Zona Azul

A Prefeitura de São Paulo reajusta, a partir desta quinta-feira (20), a Zona Azul na capital paulista. O preço da tarifa básica do cartão digital, válido para uma hora de estacionamento, passará de R$ 5 para R$ 5,75.

O novo valor foi publicado em portaria na edição desta quarta (19) do Diário Oficial do Município.

Assim, o preço da tarifa mínima subirá 15%. O IPCA, índice oficial de inflação no Brasil, acumulado de 2021, foi de 10,06%.

Em nota, a companhia disse que o motorista que quiser economizar precisa transformar seus créditos no aplicativo em CAD (Cartão Azul Digital) nesta quarta (19). Ou seja, se o usuário tiver R$ 40 em créditos na sua conta, ele pode comprar até oito cartões digitais por R$ 5 cada, que podem ser usados para estacionar oito vezes, mesmo com o reajuste.

Segundo o último levantamento, de dezembro de 2021, a cidade de São Paulo tem 52.991 vagas de Zona Azul.

Em São Paulo, o estacionamento rotativo é fiscalizado por veículos equipados com câmeras. Desde dezembro de 2020, esses carros circulam diariamente em ruas da capital para fazer o monitoramento do uso das vagas.

No ano passado, aumentou o número de multas por falta de pagamento de Zona Azul. Segundo a CET, em 2021 foram 403.725 contra 199.994 em 2020 –no primeiro ano de pandemia, a cobrança foi suspensa, de 23 de março a 12 de dezembro, em um raio de 300 metros de unidades de saúde.

Fonte: FOLHA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *