Tecnologia a favor da fé: interação digital é realidade para aproximar a Igreja dos fiéis

Tecnologia a favor da fé: interação digital é realidade para aproximar a Igreja dos fiéis

“Super apps ganharam espaço durante a pandemia, mas não devem deixar de fazer parte da rotina das Igrejas”

De repente o mundo precisou se adaptar à nova realidade de restrições impostas pela pandemia da Covid-19. Todos os setores precisaram passar por uma reeinvenção para se manterem ativos durante o período e, com as Igrejas a situação não foi diferente. Afinal, do dia para a noite os templos religiosos, que antes viviam cheios, ficaram vazios de pessoas, mas cada vez mais lotados de esperança de que tudo iria passar. Para manter essa conexão entre a fé e os fiéis, as Igrejas passaram a procurar alternativas nos meios digitais para que se fizessem presentes no dia a dia de seus membros.

Em um primeiro momento, as lives explodiram e viraram sucesso absoluto. Essa foi a forma segura que os ministérios encontraram para que os membros ficassem juntos, mesmo distantes fisicamente. Porém, as lives apesar de úteis, dependem das redes sociais e só oferecem o culto, o que dificulta as operações das Igrejas, afinal, existem outras estruturas essenciais no dia a dia, como células, murais de oração, doações, notícias e até mesmo as interações entre os frequentadores e pastores. Com isso, outras alternativas surgiram para suprir a falta do presencial, como os aplicativos próprios de cada Igreja.

“Já estávamos presentes no mercado desde 2019, com operações nos EUA e Europa, porém, com a chegada da pandemia e da necessidade das Igrejas continuarem ativas, a nossa expansão foi acelerada e passamos a atender igrejas de todos os Estados brasileiros”, afirma Filipe Coelho, co-founder da InPeace App.

Com sede no Brasil, EUA e Portugal, a InPeace é responsável pelo desenvolvimento de super aplicativos, que são totalmente personalizados, de acordo com as necessidades de cada Igreja. Com ele é possível transmitir os cultos com qualidade e segurança, montar um mural de orações para que os fiéis compartilhem os seus pedidos, realizar eventos através de uma funcionalidade e completa, além de um espaço seguro para a realização das doações, que vão direto para a conta da Igreja via cartão de crédito, Pix ou PicPay, dentre várias outras ferramentas integradas em um único lugar.

As vantagens de ter na palma da mão um super app exclusivo são inúmeras, mas a principal é a praticidade de reunir diversos apps em um só e resolver variadas questões de maneira rápida, descomplicada e sem burocracia, por isso esse tipo de tecnologia vem conquistando cada vez mais pessoas ao redor do mundo.

“Para ajudar as igrejas durante a pandemia e nesse retorno gradativo aos cultos, nós disponibilizamos a ferramenta de eventos, que vai embarcada na nossa plataforma para que as igrejas possam registrar o número de membros e visitantes que desejam para os cultos de acordo com as regras sanitárias em vigor. Essa ferramenta foi extremamente útil também para os eventos online, uma vez que os presenciais não eram possíveis. Com a nossa solução de eventos também é possível a realização de um evento híbrido com participantes presenciais e online”, conta Hudson Chamon, co-founder da InPeace App.

Ao todo são mais de 6 mil Igrejas parceiras que já utilizam os serviços da InPeace. Além do Brasil, a multinacional está presente na Espanha, Portugal, EUA, Chile, Inglaterra, Japão, México, Colômbia, Angola, Suíça, Guatemala, Itália e África do Sul. Os próximos passos estão traçados em um sólido plano de expansão para outras regiões norte americanas e também para o continente africano.

Apesar das restrições já se findarem em diversos países, a tendência digital tem mostrado que veio para ficar, agindo com um facilitador na gestão e aproximação com os membros e visitantes. É mais um canal de contato direto e constante com quem está presente na Igreja. Além disso, serve como um facilitador na participação, acolhimento e engajamento da fé das pessoas.

“Acredito que a pandemia acelerou um processo que já vinha acontecendo com a Igreja, do aumento do investimento em tecnologia e conectividade. O alto investimento e o retorno que as igrejas tiveram em participação dos membros e aumento de capilaridade, são fatores que dificilmente serão deixados de lado depois da volta do culto e reuniões presenciais”, afirma André Vargas, co-founder da InPeace App.

Outra vantagem do super app é servir como um braço da Igreja, aproximando os fiéis da comunhão. Além disso, os relatórios gerados pela plataforma dão uma visão mais clara do desenvolvimento e até mesmo do engajamento espiritual dos membros, facilitando a interação e gestão.

Para conhecer mais sobre o trabalho da InPeace, que está expandindo a operação para o Brasil, acesse o site: https://inpeaceapp.com.br/ ou https://inpeaceapp.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *