Adibra e Sindepat ressaltam a importância das brincadeiras tradicionais durante a Semana Mundial do Brincar

Adibra e Sindepat ressaltam a importância das brincadeiras tradicionais durante a Semana Mundial do Brincar

Evento, que acontece até 30 de maio, tem o tema “Casinhas das Infâncias”

A Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil (Adibra) e o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat) celebram a 12ª edição da Semana Mundial do Brincar, que teve início no último dia 21 e segue até 30 de maio. Neste ano, o evento on-line conta com o tema “Casinhas das Infâncias” e tem o objetivo de resgatar brincadeiras, cantigas, jogos lúdicos e tradições passadas entre gerações.

A ação afirma a importância das brincadeiras, criatividade e aprendizado durante a infância. A campanha é uma iniciativa da Aliança Pela Infância, movimento de luta em favor dos direitos infantis. O evento é realizado anualmente durante a semana do Dia Mundial do Brincar, em 28 de maio, data reconhecida oficialmente pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF).

Qualquer pessoa, escola ou organização podem fazer parte da brincadeira, e não é necessário pedir permissão, mas é possível realizar a inscrição da atividade no evento, para que ela seja incluída na programação oficial e, assim, contribuir com a mobilização em torno do brincar. O convite é aberto a todos. Para participar, basta realizar uma atividade que valorize o brincar de casinha ou as brincadeiras em casa e compartilhar nas redes sociais, marcar @sindepat e @adibra e utilizar as hashtags #smb2021 e #SemanaMundialdoBrincar. As melhores fotos serão publicadas nos Stories da Adibra e do Sindepat. Clique aqui para se inscrever na Semana Mundial do Brincar 2021.

A socialização entre as crianças foi seriamente impactada com a pandemia da Covid-19, o que provocou o isolamento social e a paralisação de parques de diversões e escolas. Com a reclusão, o jeito de brincar precisou ser reinventado e antigas brincadeiras foram resgatadas.

“Vivemos tempos difíceis e os pequenos são diretamente impactados com o isolamento e com a falta de socialização. Por isso, convém estimularmos a prática do brincar em casa, por meio de brincadeiras e de brinquedos tradicionais ou inusitados, especialmente aqueles que resgatam tradições e culturas que promovem a interação saudável da família”, explica a diretora de Educação da Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil (Adibra), Cyntia Carneiro.

“A pandemia nos colocou na difícil situação de confinamento mas, ao mesmo tempo, ofereceu a ampliação do convívio familiar. Pais puderam ensinar aos filhos brincadeiras da infância, aprenderam com eles sobre desenhos e personagens de hoje e, todos juntos, podem contar com as brincadeiras para amenizar as limitações impostas pela pandemia”, diz a diretora-executiva do Sindepat, Carolina Negri.

 

Sobre a Adibra

A Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil foi criada em 1989 e reúne mais de 100 empresas filiadas, que representam 450 empreendimentos, entre parques aquáticos, temáticos, itinerantes, de trampolim, aquários, atrações turísticas, Centros de Entretenimento Familiar (FEC´s), jogos eletrônicos, buffets infantis e fornecedores do setor.

A missão da Adibra é promover a união e desenvolvimento sustentável do setor, consolidando a cultura da segurança e da excelência por meio da educação, inovação, ética e responsabilidade social.

 

Sobre o Sindepat

O Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas é uma entidade sem fins lucrativos,  fundada em 2003 pelos principais parques temáticos, aquáticos e atrações turísticas do Brasil, com a finalidade de representar, defender, promover e proteger os interesses do setor junto aos Poderes Legislativo e Executivo, imprensa e mercado; buscando estabelecer bases sólidas para um contínuo e saudável crescimento dos negócios no País.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *