Igreja Matriz de Santo André promove 4ª Festa das Nações

Igreja Matriz de Santo André promove 4ª Festa das Nações

 

Igreja Matriz Santo André

Crédito: Divulgação

 

 

Acontece nos dias 25 e 26 de maio, na praça Presidente Vargas, na Vila Assunção, a 4ª Festa das Nações da Pastoral do Migrante da Diocese de Santo André. O primeiro dia da festa é sábado, dia 25, das 17h às 22h. No domingo, 26, o evento começa às 12h e vai até as 22h.

São mais 12 países representados por comidas típicas, além de danças e atrações folclóricas de diversos locais do mundo.

Na parte gastronômica as delícias são muitas. Argentina trará: Alfajor e Torta de Limão. Espanha: Polenta recheada calabresa, Polenta à Bolonhesa, Polenta ao sugo, Escondidinho de Mandioquinha e de Carne, Polenta frita. O Brasil tem grande representatividade com: Caldo Verde e Caldo de Mandioca, Churrasco de Carne, Frango e Linguiça, além de bolos recheados e simples. Também representando nosso País teremos Lanche de Pernil, Pastel Carne, Queijo, Carne com Queijo, Pizza e Milho. A Costa do Marfim será representada com: Banana Frita, Pizza de abobrinha, Molho de Amendoim com Carne e arroz, Suco de Hibisco. Haiti: Pastel Haitiano, Banana Frita, Cremas, Tisana. Japão: Bolinho de Carne, Hot Roll, Tempurá, Temaki, Yakisoba. México: Tacos, Burritos, Nachos, Gordinhas mexicanas, Guacamole, Torta mexicana (doce), Tequila. Paraguai: Chipa e Sopa Paraguaia. Peru: Picarones, Churros, Suspiro a la Limeña, Mazamorra Morada e Arroz, Chicha Morada, Arroz Zambito, Alfajores, Torta Helada, Batata Frita, Ceviche. Portugal: Bolinho de Bacalhau, Pastel de Belém, Bolo de Bolacha, Salame de Chocolate. Venezuela: Empanada de Carne, Empanada de frango, Panelinha criollo, Torta de Ayana, Rizava (doce), a bebida Papelon. Síria: Lanche Árabe, Kafta, Shawerna, Falafel, Espeto de Xtalks, Quibe Frito, Esfirra de Carne, Queijo e Espinafre, Prato de Humus, Prato Arroz com Lentilha, Doce Árabe.

ATRAÇÕES ARTÍSTICAS

No SÁBADO, dia 25, as atividades artísticas começam às 17h15, começam com a Cia Peña Flamenca. O grupo fundado em 2008 apresentará danças da cultura flamenca. O espetáculo é dirigido por Kelly Ribeiro, bailarina andreense, mantenedora da Cia Peña Flamenca que participa de diversos festivais pelo País.

O Grupo Tom Melhor estará a partir das 17h50 no palco tocando chorinho, samba de raiz como Jaco do Bandolim, Noel Rosa, Pixinguinha, Cartola e Nelson Cavaquinho, Adoniram Barbosa entre outros sucessos.

A partir das 19h, a apresentação será do Grupo de dança do Dragão e do Leão da Academia Tai Chi de Yoga Kun Fu com apresentações folclóricas que já renderam eventos como o ano novo chinês na Liberdade, a passagem da tocha olímpica por Santo André e participação no Rock n’ Rio de 2019.

Às 19h30 é a vez da Banda Lira se apresentar na festa. A Corporação Musical Lira de Santo André foi fundada em 21 de abril de 1918 e, sendo uma das mais antigas do Brasil, tornou-se um dos patrimônios musicais da cidade. No repertório músicas clássicas e populares, nacionais e internacionais.

Às 20h30, Grupo Polonês – Chabry i Maki, criado em 2012 em São Paulo, que tem como objetivo principal a promoção da cultura do país, aprendizado de cantos e danças típicas, além da manutenção dos costumes e tradições polonesas.

Para fechar a noite, às 21h, Banda Projeto Sonoro, que começou tocando em uma quermesse. Como não tinham todos os músicos, um integrante do grupo entrou em contato com amigos para completar a banda. No repertório música sertaneja e sucessos atuais.

No DOMINGO, ao meio-dia acontece o DESFILE DAS BANDEIRAS, na escadaria da igreja, seguido da execução do Hino Nacional cantado pela maestrina Rosana Ribeiro.

No dia 26, às 13h, Fernanda Meyer, cantora e professora de música, canta no coro A Hebraica. A profissional participa de espetáculos e eventos culturais na capital e Grande ABC, além de realizar um trabalho voltado à terceira idade. No repertório Con Te Partirò e O Sole Mio.

O Estúdio de Dança Vivência Flamenca entra no palco com seus professores e alunos no domingo, às 13h30, sob o comando da diretora Rita Fernandes.

Destaque para o Coral de Libras Mãos Fortes que se apresenta às 13h50 interpretando duas canções com a linguagem dos sinais.

Às 14 horas a apresentação de músicas espanholas com Fidel Cuevas, no violão, e Ícaro, ao violino.

Às 14h30, Grupo Cultural Caboverdiano, fundado em 1996 por imigrantes de Cabo Verde radicados em Santo André desde a década de 20, o Grupo atualmente agregou descendentes e andreenses no seu corpo de baile. Entre as muitas coreografias a serem apresentadas, destaque para o ritmo Morna, que é símbolo nacional do país, Funaná e Batuque.

Às 14h50 é a vez do Grupo Vida e Movimento se apresentar. O grupo é um projeto da terceira idade do Clube Aramaçan e traz uma releitura da dança flamenca, com a rumba Lá Pontinha e coreografia de Darci Brás Bariani.

Às 15h Projeto Futuração traz crianças e adolescentes de diversas classes econômicas e sociais cantam e tocam instrumentos musicais.

Já o CHASP Grupo de Danças do Haiti entra no palco às 15h30 é formado por imigrantes haitianos, trazem a dança e a cultura do seu país.

Por volta das 16h, a Orquestra dos Violeiros de Mauá, Patrimônio Histórico de Mauá com 26 anos de existência e seis discos gravados, e regida pelos maestros Diogo dos Santos e José Manuel de Lira, os mais de 100 violeiros encantam as plateias por onde tocam. No repertório da festa, cerca de 35 violeiros vão se apresentar com clássicos, como: Saudade de Minha Terra, Menino da Porteira, Chico Mineiro, Asa Branca, Xote das Meninas, entre outros.

Também no domingo, a partir das 18h45 acontece a apresentação de músicas internacionais e uma cantora de músicas portuguesas.

Na noite do domingo, às 20h, tem Tawoo Brasil. O grupo foi fundado por Kaoly Asano em 1997 e reúne brasileiros e japoneses tocando taiko, instrumento de percussão, que é tocado com a mão ou com o uso de uma baqueta exigindo do músico desenvoltura rítmica e preparo físico. Com 27 anos de história e seis títulos do Carnaval de Santo André, o GRCES Lírios de Ouro estará se apresentando no domingo, às 20h45.

Dia 25 de maio Dia 26 de maio
17h15 – Cia Peña Flamenca 12h – Desfile das Bandeiras
17h50 – Grupo Tom Melhor 13h – Fernanda Meyer
19h – Grupo de dança do Dragão e do Leão da Academia Tai Chi de Yoga Kun Fu 13h30 Estúdio de Dança Vivência Flamenca
19h30 – Banda Lira 13h50 – Coral de Libras Mãos Fortes
20h30 – Grupo Polonês – Chabry i Maki 14h – Fidel Cuevas e Ícaro, música espanhola
21h – Banda Projeto Sonoro 14h30 Grupo Cultural Caboverdiano
  14h50 – Grupo Vida e Movimento
  15h – Projeto Futuração
  15h30 – CHASP Grupo de Danças do Haiti
  16h – Orquestra Violeiros de Mauá
  18h45 – Cantora portuguesa
  20h – Tawoo Brasil
  20h45 – GRCES Lírios de Ouro

 

ENTRADA GRATUITA

4ª Festa das Nações

Dias 25, das 17h às 22h e dia 26 de maio, das 12h às 22h

Praça Presidente Vargas, s/n, Vila Assunção, Santo André

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *