Japan House São Paulo traz a tradição japonesa do Daruma às ruas de São Paulo

Japan House São Paulo traz a tradição japonesa do Daruma às ruas de São Paulo

De 17 de janeiro a 27 de fevereiro, um grande boneco Daruma irá circular por alguns dos principais endereços da capital paulista com o objetivo de envolver o público nesse costume japonês de positividade e perseverança

Com o objetivo de disseminar um costume do Japão para além da sede localizada na Avenida Paulista, 52, a Japan House São Paulo promove a Campanha Daruma (#DARUMAJHSP) pelas ruas de São Paulo e no ambiente online, de 17 de janeiro a 31 de março. Muito reverenciado e popular no país nipônico, o Daruma é conhecido como um Amuleto da Sorte para a realização de desejos, bastando pintar o olho esquerdo ao fazer o pedido e o direito quando este é atendido, em um processo chamado de “O abrir dos Olhos”, indicando que o desejo foi realizado.

Posicionado em um roteiro com seis diferentes endereços na cidade até 27 de fevereiro, com a permanência de uma semana em cada local, o Daruma – de dois metros de altura – chega às ruas da cidade em uma proposta híbrida de interação que une o presencial com o digital. Para participar, o público deverá tirar uma foto do amuleto gigante usando um filtro do Instagram que permitirá pintar o olho direito do Daruma para fazer o pedido, além de poder customizar o design do talismã usando outras cores e desenhos. Um QR Code disponível no local trará orientações gerais e o link de acesso ao filtro, que traz possibilidades adicionais como o uso de gifs, desejos de prosperidade para o mundo, entre outras. Já no ambiente online, a #DARUMAJHSP se estende até o final de março com conteúdo especial sobre a história e curiosidades deste ícone da cultura japonesa nas redes sociais da instituição. A ação conta com o apoio da Prefeitura de São Paulo, São Paulo Turismo (SPTuris) e Pilot Pen.

De cor preta e branca, o grande Daruma propõe disseminar um espírito positivo e de boa sorte pela cidade, em uma experiência que mescla a vivência presencial e digital. “A simbologia do Daruma é muito forte. Como talismã da sorte, pode alimentar a esperança em dias melhores, por meio de uma das mais bonitas tradições da cultura japonesa. Será um prazer trazer esta tradição a tantos pontos icônicos da cidade.”, comenta Eric Klug, Presidente da Japan House São Paulo.

O roteiro terá início na Praça da Liberdade e, a partir deste endereço, o Daruma será levado para outras cinco localidades da cidade: Praça da República; Praça Silva Romero; Largo da Matriz da Freguesia do Ó; Largo da Batata, encerrando o tour em frente a Japan House São Paulo. Na semana do aniversário da capital paulista, comemorado em 25 de janeiro, o Daruma ocupará um lugar especial em celebração aos 468 anos da cidade.

O Daruma
Muito popular no Japão, sua história remonta ao século 6, quando o Budismo Zen chega ao Japão, junto com retratos e placas de madeira de seu fundador, o monge Bodhidharma. No século 18, retratando o monge Bodhidharma, surge o boneco Okiagari Koboshi, considerado o precursor do Daruma. Segundo crença popular, a roupa vermelha do Bodhidharma é um amuleto para evitar a varíola e, neste momento, as vendas do boneco explodem. No início do século 19, aparece o Me-ire Daruma, com olhos vazados para serem pintados e, a partir daí, se consolida como amuleto da sorte na cultura do Japão. Ao longo dos tempos, surgem muitas variantes deste ícone em outras opções de formatos, personagens e cores, que podem variar de acordo com o tipo do desejo como verde (saúde); preto (proteção); vermelho (segurança); amarelo (sorte) e azul (prosperidade). Com duração de um ano, mesmo que o pedido não tenha sido atendido, o Daruma deve ser incinerado ao final de cada ciclo em uma cerimônia chamada Otakiage, que acontece todo ano em templos budistas ou xintoístas. Atualmente, o Daruma possui diversas festas no Japão – sendo inclusive vendido nessas ocasiões – como o Grande Festival Nanakusa (Feira de Daruma em Takasaki) do templo Syorinzan, em Gumma; Festival Yakuyoke Ganzai Daishi (Feira de Daruma em Shindaiji), em Tóquio; Festival Bishamonten, em Shizuoka, entre outros, reunindo milhares de pessoas todos os anos. Resultado de sua popularidade, o Daruma é fonte de diversas brincadeiras infantis, além de ser representado de forma própria em diversas regiões.

Serviço:
Japan House São Paulo
Campanha #DARUMAJHSP
Nas ruas: de 17 de janeiro a 27 de fevereiro de 2022
Nas redes sociais da instituição: de 17 de janeiro a 31 de março de 2022
Mais informações e roteiro: https://daruma.japanhousesp.com.br/

Confira as mídias sociais da Japan House São Paulo:
Site: https://www.japanhousesp.com.br
Instagram: https://www.instagram.com/japanhousesp
Twitter: https://www.twitter.com/japanhousesp
YouTube: https://www.youtube.com/japanhousesp
Facebook: https://www.facebook.com/japanhousesp
LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/japanhousesp

Sobre a Japan House São Paulo (JHSP)
A Japan House é uma iniciativa internacional com a finalidade de ampliar o conhecimento sobre a cultura japonesa da atualidade e divulgar políticas governamentais. Inaugurada em 30 de abril de 2017, a Japan House São Paulo foi a primeira a abrir suas portas, seguida pelas unidades de Londres e Los Angeles. Estabelecida como um dos principais pontos de interesse da celebrada Avenida Paulista, a JHSP destaca em sua fachada proposta pelo arquiteto Kengo Kuma, a arte japonesa do encaixe usando a madeira Hinoki. Desde 2017, a instituição promoveu mais de trinta exposições e cerca de mil eventos em áreas como arquitetura, tecnologia, gastronomia, moda e arte, para os quais recebeu mais de dois milhões de visitantes. A oferta digital da instituição foi impulsionada e diversificada durante a Pandemia de Covid-19, atingindo mais de sete milhões de pessoas em 2020. No mesmo ano, expandiu geograficamente suas atividades para outros estados brasileiros e países da América Latina. A JHSP é certificada pelo LEED na categoria Platinum, o mais alto nível de sustentabilidade de edificações; e pelo Bureau Veritas com o selo SafeGuard – certificação de excelência nas medidas de segurança sanitária contra a Pandemia de Covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *