Paris Sustentável: Dicas de passeios ecológicos na Cidade da Luz

Paris Sustentável: Dicas de passeios ecológicos na Cidade da Luz

Paris, a cidade mundialmente conhecida por sua arquitetura icônica, arte e gastronomia requintada, agora também é um destino atraente para os viajantes preocupados com a sustentabilidade. Um projeto liderado pela prefeitura da cidade, pretende fazer da capital francesa a cidade mais verde da Europa até 2030. Pensando nisso, convidamos a guia credenciada Ministério da Cultura da França, Helena Ribeiro, mineira que mora em Paris desde 2011, para compartilhar dicas de passeios e lugares para quem deseja visitar a cidade e aproveitar o seu lado verde.

Ao caminhar pelas mundialmente famosas ruas parisienses, Helena descobriu uma série de experiências que ecoam o compromisso da cidade com um futuro mais verde. “Eu conheci e me apaixonei por Paris pelas esculturas da Camille Claudel no último ano de graduação de artes cênicas ainda no Brasil. Terminei meu mestrado e comecei a estudar História da Arte aqui em Paris. Levar as pessoas para passear na Cidade da Luz é uma das coisas que mais amo no meu trabalho. Aqui temos um roteiro inovador para aqueles que procuram uma perspectiva mais ecológica da cidade”, explicou a guia turística.

Visite o Jardim Botânico

O Jardim Botânico de Paris é um conjunto de quatro locais que abriga mais de 15.000 espécies e variedades de plantas. São quase 73 hectares que inclui o Parque Floral e o Arboreto no Bois de Vincennes, bem como o Parque de Bagatelle e o Jardim  das Serras.

É uma oportunidade de explorar a natureza, aprender sobre biodiversidade e participar de exposições educativas. Ele fica situado no 5º Arrondissement de Paris, próximo ao campus da Universidade de Sorbonne e ao lado do Rio Sena.

Mercado Orgânico Marché Raspail

Visite o mercado orgânico Marché Raspail para adquirir produtos frescos e locais. Este mercado é conhecido por sua seleção de alimentos saudáveis e sustentáveis. Você pode comprar frutas e legumes direto das hortas dos horticultores da região e desfrutar de outros produtos de todo o mundo. Quem curte aquele tipo de passeio focado em comida orgânica, com certeza vai amar esse destino.

O Mercado fica localizado entre a Rua du Cherche-Midi e a Rua de Rennes, e podem ser  visitados nas terças ou sextas-feiras de manhã.

Cafés Sustentáveis em Montmartre

Descubra cafés aconchegantes em Montmartre, como o Café Pinson, que oferece alimentos orgânicos e opções vegetarianas. Você pode desfrutar de uma refeição sustentável enquanto absorve a atmosfera única do Bairro Montmartre.

A comida é feita com ingredientes 100% biológicos. No cardárpio, o visitante encontra  pratos saudáveis,  sem glúten e sem lactose. Ele fica localizado na Rua du Forez.

Passeio de Bicicleta pelo Sena

Explore as margens do rio Sena de forma ecológica e ativa, alugando uma bicicleta para um passeio panorâmico pela cidade. Você pode encontrar bicicletas para alugar em estações do sistema de compartilhamento de bicicletas Vélib. Durante sua jornada, é possível iniciar pelo encanto da Pont Neuf, a ponte mais antiga de Paris que atravessa a Ile de la Cité. Prossiga virando à esquerda e continue, com o majestoso Museu do Louvre à sua direita (do outro lado do rio), seguido pelo pitoresco Jardim das Tulherias.

Enquanto continua sua rota, é também uma opção seguir em direção à emblemática Torre Eiffel, sempre mantendo a margem esquerda do Sena como guia. São lugares adornados por paisagens deslumbrantes, que enriquecem sua experiência, tornando o passeio memorável.

Caminhe no coração de Paris

Na área próxima à praça Jean-XXIII, que fica atrás da Notre-Dame, o mês de agosto traz um espetáculo bonito: uma árvore chamada tamargueira floresce em rosa (ela é especial e famosa) e outra árvore, chamada albizia, também floresce com flores macias e bonitas.

Além disso, lá você encontra árvores de cerejeira japonesa, uma árvore grande chamada aveleira de Bizâncio, uma árvore chamada carpa piramidal, uma árvore de abeto azul e outra árvore chamada árvore de mel, todas juntas pintando a paisagem com muitas cores vivas.

Depois, se você atravessar a ponte do Arcebispo e virar à direita, vai poder passear ao lado da estrada chamada Quai de Montebello, onde há árvores altas chamadas choupos e também algumas lojinhas de livros usados, chamadas livreiros.

Helena Ribeiro destaca que a abordagem sustentável de Paris não apenas enriquece a experiência do visitante, mas também contribui para um futuro mais verde e saudável. Ao adotar essas dicas, os viajantes podem mergulhar na rica cultura parisiense enquanto conhecem um lado diferente da Cidade da Luz.

Para mais informações sobre experiências sustentáveis em Paris, siga @vivapariscomhelena