[fwrsw_print_responsive_full_width_slider_wp]
Santo André é a primeira cidade do ABC a contar com Comitê de Ética de Enfermagem

Santo André é a primeira cidade do ABC a contar com Comitê de Ética de Enfermagem

Integrantes da comissão tomaram posse nesta quinta em cerimônia que contou com dirigentes do Coren-SP

Santo André, 29 de junho de 2023 – Santo André é a primeira cidade do ABC e a segunda da Região Metropolitana de São Paulo a contar com um Comitê de Ética de Enfermagem. A posse dos 11 integrantes que compõem a comissão, eleitos em abril, foi oficializada nesta quinta-feira (29), em cerimônia realizada no auditório do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, e contou com a presença de dirigentes do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP).

O comitê andreense será formado por seis enfermeiros e cinco técnicos ou profissionais da enfermagem que atuam na rede básica de saúde do município. O mandato será de três anos. O grupo vai funcionar como um braço do Coren-SP, recebendo e analisando denúncias, além de respaldar a atividade profissional, com compartilhamento de normas entre os profissionais.

“Muito importante para o município ter um comitê de ética que vai ajudar a respaldar os enfermeiros que atuam em Santo André, já que o grupo tem o apoio do Coren-SP. Não tenho dúvidas de que os munícipes serão os principais beneficiados porque serão atendidos por profissionais cada vez mais qualificados e atuando de acordo com as normas da categoria”, pontuou o secretário de Saúde, Gilvan Junior.

“Estamos investindo cada vez mais na qualificação das nossas equipes e oferecer um comitê que possa dar respaldo para a atuação técnica é um ganho significativo para os profissionais que atuam como enfermeiros ou técnico de enfermagem na Atenção Básica”, destacou a diretora de Atenção à Saúde, Luciane Suzano Pereira Cunha.

A criação do comitê tem o intuito de respaldar os profissionais que atuam na cidade. “Quando o enfermeiro sabe que tem um comitê de ética por trás se sente mais seguro. Esses profissionais estão sempre diante de situações que geram conflitos e o comitê vem para conseguir dar respaldo. Estamos dizendo para a nossa rede que estamos com eles, dando melhores condições de trabalho, o que acaba refletindo na ponta, que é o usuário do Sistema Único de Saúde”, comentou Marinalva Chiafarelo Santos Ulian, que é enfermeira e atualmente coordena a Atenção Básica de Santo André. Ela teve o apoio do enfermeiro membro da coordenação de Enfermagem da Atenção Primária à Saúde da cidade, Emerson Fabiano Vicente, na criação do comitê.

Apenas Guarulhos, que fica na Região Metropolitana, conta com um comitê similar. A expectativa do Coren-SP é que a adesão de Santo André motive outras cidades a tomar a mesma iniciativa.

“Recebemos com muita alegria o interesse de Santo André em criar um comitê de ética. O grupo tem um papel fundamental porque é o representante do Coren no município. Diante de todos os eventos que infringem o código de ética, essa comissão fará a análise e vai passar os casos mais graves para o Coren, porém os mais simples são resolvidos pelo próprio comitê. Espero que sirva de exemplo e outras cidades também entendam a importância de ter um grupo como esse porque isso valoriza, respalda a categoria e dá confiança aos usuários”, explicou Vanessa Ronconne Maldonado, conselheira titular do Coren-SP.

| Texto: Anderson Fattori