Você sabia que nosso coração “cansa “ ?

Você sabia que nosso coração “cansa “ ?


>>>> Qualquer músculo do corpo humano pode apresentar estado de fadiga e isso ocorre frequentemente quando o trabalho deste músculo é excessivo e extenuante. As pessoas acabam se queixando de um espasmo do músculo , ou seja, aquilo que conhecemos como câimbra. São muito bem fundamentadas as câimbras do bíceps, tríceps, músculos das coxas e panturrilhas, após uma corrida extenuante, partidas de futebol desgastantes, etc.
>>>> Ora, se os músculos podem entrar neste estado de fadiga, nosso coração, cujo arcabouço principal nada mais é que um músculo, notadamente conhecido como miocárdio, também poderia extenuar ? Câimbra do coração ??
>>>> Para esclarecer esta controvérsia, alguns fatos concretos, de cunho médico, são dignos de nota. Primeiramente, o miocárdio consiste em um agregado de fibras musculares, dispostas de tal forma que o trabalho cardíaco se traduz por batimentos propulsivos, contínuos e persistentes desde a fase de concepção no útero materno até os últimos estertores de vida biológica. Estes batimentos são, na verdade, contrações do miocárdioena., para bombeamento do sangue a todos os segmentos corpóreos.
>>>> Em segundo lugar, vale destacar que o miocárdio não é um músculo convencional; ao contrário, é dotado de algumas particularidades como – apresenta células condutoras de impulsos elétricos e apresenta dois ciclos perfeitamente harmônicos entre si : sístole quando contrai e diástole quando relaxa.
>>>> Intrigantemente, nosso coração pode se cansar de forma aguda e muitas vezes irreversível ou pode ir gradativamente se cansando e perdendo suas forças e, neste último caso, pode-se reverter o quadro ou também muitas vezes é o fim da linha.
>>>> O infarto agudo do miocárdio é o exemplo clássico do que se depreende como coração cansado de forma aguda – devido ao entupimento de artérias do próprio coração, o miocárdio ou mais especificamente um território do miocárdio recebe um aporte baixo de sangue e aquela harmonia contrátil entra em falência. Em alguns casos, o miocárdio apresenta fadiga absoluta e cessam suas contrações, caracterizando a parada cardíaca e morte. Este cenário tenebroso  é o que conhecemos como infarto fulminante. Por outro lado, existem os indivíduos sortudos, nos quais a evolução não é fatal, mas de qualquer forma acabam sendo encaminhados para algum procedimento invasivo, como angiopatia com implante de setenta ou cirurgia para fazer cirurgia de ponte de mamária ou safena.
>>>> O coração cansado de forma crônica significa um estado de insuficiência cardíaca, com histórico de longa data, de caráter progressivo e insidioso. A insuficiência cardíaca se contextualiza muito bem quando o indivíduo tem histórico de vários infartos do miocárdio, em caso de reumatismo das válvulas cardíacas (febre reumática), doença de Chagas em fase avançada e arritmias cardíacas. Todas estas situações convergem para um desfecho clínico, caracterizado por limitação física, muita falta de ar, inchaço nas pernas, distensão abdominal, redução do fluxo urinário, alterações cognitivas e de memória, retenção excessiva de líquidos e, o mais marcante, a necessidade de utilizar grande quantidade de medicamentos em doses geralment e elevadas. Como impacto final, a qualidade de vida entra em descenso, gerando depressão e alterações de auto-estima.
>>>> Considerando que o coração cansado, seja na forma aguda ou crônica, produz limitação  e restrição, com o agravante da morte iminente, faz-se imperiosa a prevenção.  E a prevenção se fundamenta em duas frentes de conduta : adotar hábitos salutares de vida e acompanhamento periódico com cardiologista. No tocante aos hábitos salutares de vida, destacam-se alimentação balanceada, exercícios físicos, não fumar, não consumir bebida alcoólica em excesso, controlar fatores hereditários ou adquiridos como hipertensão arterial e diabetes e não consumir drogas ilícitas. Na rotina cardiológica, exames como teste ergométrico e ecocardiograma são essenciais para diagnóstico, orientação terapêutica e, sobretudo, para prevenção do ” cor ação cansado”.

 

Dr. Edmo Atique Gabriel

Edmo Atique Gabriel graduou-se em medicina pela PUC – Campinas, fez residência de Cirurgia Geral na Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e a residência de Cirurgia Cardiovascular na Universidade Federal de São Paulo.Edmo Atique Gabriel dedicou muitos anos em prol de seu aprimoramento profissional e acadêmico obteve títulos de doutor, pós doutor e livre docente na Universidade Federal de São Paulo e no Centro Universitário Lusíada de Santos.Durante o período de 2008 a 2009, Edmo Atique Gabriel fez curso de especialização em Cirurgia Vascular de adultos e crianças, atuando como fellow em renomada instituições nos EUA, como University of Maiami, Texas Heart Institute, Harvard Medical School, University of Pennsylvania, Cleveland Clinic e Lenox Heart Hospital de Nova Iorque.

Em virtude do envolvimento de Edmo Atique Gabriel  na gestão dos negócios de família, decidiu fazer alguns cursos de especialização para melhor entendimento de temas que não eram específicos do exercício médico.Assim Edmo Atique Gabriel fez MBA em Gestão Estratégica de Clinicas e Hospitais pela FGV de São Paulo e Especialização em Direito Civil com ênfase em Contraos pela Escola Paulista de Direito. Mais recentemente, concluiu pós-graduação em Nutrologia.

Atualmente, Edmo Atique Gabriel atende e opera em São José do Rio Preto e São Paulo; nesta última opera adultos e crianças no HCor (Hospital do Coração), Hospital Sírio Libanês e Hospital Albert Aisntein. De forma programada também atende e opera pacientes em Brasilia e no Rio de Janeiro.

Trabalha também na gestão de negócios de família, coordena cursos de medicina da Unilago São José do Rio Preto e ministra aulas na graduação e pós-graduação. Além de todas essas atividades, Edmo Atique Gabriel ocupou cargos em três importantes conselhos nacionais, todos por nomeação ministerial de Supervisão de Escolas Médica e Gabinetew de Segurança da Presidência da República – Medicina e Energia Nuclear.

 

Dr. Edmo Atique Gabriel
Endereços consultórios:
São Paulo: Av. Faria lima, 3900, 7º andar
São José do Rio Preto: Rua Redentora, 3106
Rio de Janeiro : Rua voluntários da pátria , 190, 10º andar
Brasília : SGAS 613, Centro Médico L2 Sul
edag@uol.com.br
E-mail: edag@uol.com.br
Fone: 55 11 99986-3657

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *